Porsche se surpreende com vendas elevadas de modelo elétrico

por Redação 8 Leitura mínima

A Porsche levou algum tempo para finalmente tirar do papel seu segundo modelo 100% elétrico e colocá-lo no mercado, mas lançou a versão elétrica do Porsche Macan no começo deste ano. O investimento está se mostrando um grande acerto, indo até mesmo além do que a montadora esperava faturar. As informações são do site Inside EVs.

Se você gostou desse post, não esqueça de compartilhar:

CEO do Grupo Volkswagen e da marca Porsche, Oliver Blume comentou como os primeiros pedidos do Macan superaram em muito as expectativas, e isso sem considerar que a empresa ainda não sabe os números de alguns de seus maiores mercados potenciais.

“Estamos surpresos com a quantidade de pedidos do Macan”, disse Blume na conferência de imprensa anual da marca em que fez a recapitulação do ano de 2023, nesta semana. “Estamos confiantes de que ele será um sucesso”, completou.

Imagem: Divulgação/Porsche

Segundo o executivo, nas quatro semanas desde a estreia da versão elétrica do Porsche Macan, a montadora recebeu mais de 10 mil pedidos do carro, um número que ainda não inclui China, Taiwan ou Japão, mercados fortes para a empresa.

“As pessoas que encomendaram isso não tocaram neste carro, não dirigiram este carro”, disse Blume, valorizando a confiança do consumidor em sua marca. O outro modelo totalmente elétrico que a empresa já havia lançado é o Porsche Taycan.

Versão elétrica do Macan representa “retomada” de um dos grandes carros da Porsche

  • Uma versão totalmente elétrica representa nova página na história do Porsche Macan, com expectativas de ser um grande negócio para a montadora alemã.
  • O Macan é o segundo modelo mais vendido da Porsche no mundo, e o modelo mais vendido da Porsche nos EUA.
  • A versão movida a gasolina do Macan continuará sendo vendida nos EUA, mas na Europa apenas sua nova versão elétrica será comercializada.
  • O motivo disso é o fato o carro já não cumprir os regulamentos de segurança cibernética mais rigorosos das leis europeias.

A aposta da Porsche no Macan elétrico junto ao fato de deixar de comercializar a versão movida a gasolina na Europa não foi livre de riscos: ele é quase US$ 20 mil mais caro do que o modelo a combustão que ele vai substituir.

O preço mais elevado é justificável: ele é significativamente mais potente que o antigo Macan e possui um conjunto de software completamente renovado. A visão da montadora é de que a entrada no mercado elétrico com um veículo mais caro que seu equivalente de combustão vale a pena.

“Sempre dissemos que quando mudássemos para veículos elétricos, teríamos as mesmas demandas de lucratividade”, disse hoje o diretor financeiro da Porsche, Lutz Meschke.

Porsche Macan EV
Imagem: Divulgação/Porsche



Fonte: Externa

ofertas amazon promoção
Clique acima para adicionar um desconto excluivo na Amazon! Aproveite as ofertas de hoje.
Compartilhe esse artigo
Deixe um comentário