Envio de civis por Israel para colonizar Cisjordânia ocupada pode ser crime de guerra, diz ONU

por Redação 1 Leitura mínima

A criação e a expansão dos assentamentos israelenses nos territórios palestinos ocupados constituem “um crime de guerra” e “podem eliminar qualquer possibilidade prática de estabelecer um Estado palestino viável”, alerta o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos, em um relatório publicado nesta sexta-feira (8). 

Conforme o documento, a política israelense “equivale à transferência por Israel de sua própria população civil para os territórios que ocupa” e poderia constituir um crime de guerra, “envolvendo a responsabilidade penal individual das pessoas vinculadas”, sublinha o documento, que analisou o período entre novembro de 2022 e o final de outubro de 2023.    

“A violência dos colonos e as violações relacionadas aos assentamentos atingiram novos níveis chocantes e ameaçam acabar com qualquer possibilidade prática de estabelecer um Estado palestino viável”, ressalta o relatório.    



Fonte: Externa

ofertas amazon promoção
Clique acima para adicionar um desconto excluivo na Amazon! Aproveite as ofertas de hoje.
Compartilhe esse artigo
Deixe um comentário