Bombardeio perto da sede do Crescente Vermelho em Gaza faz dezenas de vítimas | Mundo

por Redação 2 Leitura mínima

Um bombardeio que atingiu uma área próxima à sede do Crescente Vermelho na Faixa de Gaza matou mais de 20 pessoas que buscavam abrigo no local, disse a ONG neste sábado (22). O Crescente Vermelho é o braço da Cruz Vermelha em países de maioria muçulmana.

Os corpos e os feridos foram levados para um hospital de campo do Crescente Vermelho, que alertou que o número de vítimas ainda pode aumentar.

Também neste sábado, ao menos 42 pessoas morreram depois que um bombardeio israelense atingiu um campo de refugiados no norte da Faixa de Gaza, de acordo com o escritório de mídia do governo local, controlado pelo Hamas.

Um bombardeio de Israel no campo de refugiados de Al-Shati matou 24 palestinos, e outros 18 foram mortos em um ataque contra casas do bairro Al-Tuffah. As Forças Armadas israelenses confirmaram que houve um ataque, mas disseram que ele teve como alvo “infraestrutura militar” na Faixa de Gaza.

Desde o início do conflito atual, cujo estopim foi o ataque terrorista do Hamas em 7 de outubro que deixou 1.200 israelenses mortos, mais de 37 mil palestinos foram mortos em bombardeios israelenses na Faixa de Gaza, de acordo com o Ministério de Saúde local.

A guerra já dura mais de oito meses e jogou toda a população do território palestino em uma grave crise humanitária, com mais de 1 milhão de pessoas passando fome, de acordo com a ONU.

Israel já havia realizado vários ataques a locais próximos de al-Mawasi, uma área com palestinos refugiados perto da cidade de Rafah.

A Organização Mundial de Saúde disse que o sistema de saúde em Gaza está perto de um colapso diante do número de vítimas chegando ao hospital Al-Aqsa.

— Foto: Jehad Alshrafi/AP Photo

Fonte: Externa

ofertas amazon promoção
Clique acima para adicionar um desconto excluivo na Amazon! Aproveite as ofertas de hoje.
Compartilhe esse artigo